Autoridades da segurança pública do Estado se reuniram para traçar um plano de segurança e inspeção no abrigo destinado aos venezuelanos no bairro Tancredo Neves. O encontro ocorreu no Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima.

 Participaram das discussões o comandante-geral do CBM, coronel Doriedson Ribeiro, a Delegada Geral de Polícia Civil, Ednéia Chagas, do secretário Adjunto da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Nivaldo Matias e o comandante do Policiamento da Capital da Polícia Militar de Roraima, coronel Lindolfo Bessa.

 A reunião teve como pauta redobrar as medidas de segurança no Centro de Referencia ao Imigrante (CRI), visto que muitos venezuelanos usam os abrigos como casa de passagem ou apenas para dormir no período da noite, o que tem possibilitado um crescente aumento na relação conflituosa entre os abrigados, além de exigir uma atuação mais pontual dos órgãos de segurança pública para evitar a ocorrências de atos que possam configurar contravenções penais ou crimes.

 Para o comandante Geral do CBMRR, coronel Doriedson Ribeiro, ao firmar parceria com a Sesp, Delegacia Geral de Polícia Civil e PM, as ações de segurança vão ser mais efetivas visando inibir atitudes delituosas por parte dos imigrantes dentro e fora dos abrigos.

 “Vamos viabilizar a possibilidade de uma revista semanal dentro do abrigo a fim de averiguar a idoneidade dos abrigados e se os pertences não são provenientes de furtos e outros atos infracionais, além de manter uma condição de ordem mais rigorosa para aqueles que usufruem dos abrigos e para inibir ações semelhantes para os imigrantes que não estão abrigados”, pontuou coronel Doriedson.

 *Com informações da assessoria 

Foto: SECOM-RR