Em carta aberta, lideranças da comunidade indígena Boca da Mata  e demais representantes das aldeias da terra indígena São Marcos, localizadas em Pacaraima (RR) ameaçam fechar a BR-174 a partir da próxima segunda-feira (12). Eles afirmam que a medida é a única forma de apelar por melhorias  nas escolas estaduais que atendem as crianças e adolescentes da região.

De acordo com os indígenas, o serviço do transporte de 68 alunos das comunidades próximas ao município de Pacaraima continuam suspensos desde 22 de janeiro. Eles também relatam, no documento, a ausência de merenda escolar além do não recebimento de material didático para o alunos e professores  das unidades de educação estaduais, na região das comunidades.

O ato foi definido em reunião realizada na última quarta-feira (7). Segundo a mensagem da carta, foram realizadas outras tentativas com o governo do Estado para que os problemas fossem solucionados, mas sem sucesso.

Outro lado

Em nota, a Seed (Secretaria Estadual de Educação e Desporto)  nega que haja ausência  de transporte e merenda escolar, mas não respondeu sobre a não distribuição de material didático.

Em nota a Seed diz que “ a escola da comunidade Boca da Mata, em Pacaraima, está abastecida de merenda, tendo em vista que a entrega dos itens alimentícios está sendo feita de forma regular, e cada comunidade recebe a quantidade suficiente para o consumo mensal dos estudantes. Ao término do mês, a entrega é feita novamente.

Em relação ao transporte escolar, a Seed informa que as empresas estão recebendo os pagamentos de forma gradual.” Cabe esclarecer que algumas entregaram as notas referentes a todo o segundo semestre de 2017 apenas na última semana de dezembro e existe um trâmite burocrático para a efetivação do pagamento”.

Veja a acrta

 

Foto: PMBV