O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), Jalser Renier (SD), informou por meio de nota no fim da noite de ontem (10) que a Casa deverá atrasar em alguns dias o pagamento de fornecedores por conta do acordo que fez com a governadora Suely Campos (PP) para que houvesse o pagamento de parte dos servidores estaduais.

ALE-RR e Tribunal de Contas exigiam na justiça o pagamento do duodécimo, que é o repasse que o governo faz os poderes o que não estava ocorrendo e com isso as contas do Executivo foram bloqueadas. Na nota, Jalser diz que emprestou R$ 5 milhões  para o governo e que Suely se comprometeu a devolver o valor no fim do mês. Veja a nota na íntegra.

A Superintendência de Comunicação da Assembleia Legislativa informa que, diante da grave crise econômica e de gestão pela qual passa o Governo de Roraima, o Poder Legislativo, por meio do seu presidente, deputado Jalser Renier (SD), atrasará o pagamento de seus fornecedores para emprestar R$5 milhões do seu duodécimo de dezembro para ajudar o Estado a efetuar o pagamento dos salários atrasados de seus servidores. O Estado se comprometeu a devolver o valor até o dia 30 de janeiro.

Veja também:

Governo paga somente parte do funcionalismo

 

Fotos: SupCOM/ ALE-RR/ SECOM-RR