A prefeitura de Boa Vista alegou que a nomeação de Ana Paula Surita , filha da prefeita Teresa Surita (MDB), para o cargo de  secretária adjunta da secretaria de Projetos Especiais é legal. A publicação da nomeação de Ana Paula consta no Diário Oficial do Município (DOM) do dia 22  com data retroativa a dia 19 do mesmo mês.

Ana Paula Surita  reside em Brasília e já foi assistente parlamentar do Senador Romero Jucá. Ano passado ela foi conduzida coercitivamente a sede da Polícia Federal (PF) em Roraima, durante investigação da Operação Anel de Giges.

No texto, a prefeitura alega que Ana Paula  é qualificada para exercer o cargo. Veja a nota na íntegra:

 

A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Boa Vista informa que conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal na Reclamação n° 27.605 a nomeação da senhora Ana Paula Surita Motta Macedo do Carmo é plenamente legal, sendo o cargo de secretária adjunta da secretaria de Projetos Especiais ocupado por pessoa qualificada para as funções. Ressalte-se que por ser o cargo de natureza política não se configura nepotismo.

A Secretaria de Comunicação ressalta ainda que a senhora Ana Paula Surita Motta Macedo do Carmo foi nomeada em cargo político de secretária adjunta na secretaria de Projetos Especiais, com qualificação adequada para o exercício da função.

Secretaria Municipal de Comunicação (SEMUC)

Foto: Reprodução Facebook