O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Civis Efetivos do Estado (Sintraima), Francisco Figueira, negou que haja discurso pró-governo após repercussão da nota que o BNC Roraima publicou referente à convocação do sindicato para a manifestação em frente a ALE-RR na manhã desta sexta-feira (12), Figueira entrou em contato com a redação e afirmou que, embora esteja com discurso parecido ao do Governo e de seus interlocutores, não há nenhum alinhamento com o Executivo.

O governo viveu nesta semana uma crise institucional  por conta do não pagamento do salário dos servidores. O grupo  político da governadora tentou usar o bloqueio das contas do governo – por conta do não pagamento do duodécimo aos poderes- como discurso para transferir a responsabilidade aos adversários de Suely.

Figueira disse que não adota discurso governista, mas afirma que os demais poderes tem responsabilidade sobre a situação do atraso nos salários.“A responsabilidade é dos poderes também.(…) Eu não sou pró-Suely, eu sou pró-servidor. A todo momento estou em busca de solucionar os problemas dos servidores. A governadora tem quem resolva os problemas dela. Eu fui eleito para está buscando e reivindicando a valorização dos servidores a todo momento.”, enfatizou.