Além da Assembleia Legislativa d e Roraima (ALE-RR) que teve aumento no duodécimo em mais de R$ 33 milhões para este ano no orçamento do Estado, os outros poderes como Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), Ministério Público do Estado de Roraima (MPEP-RR), Defensória Pública do Estado de Roraima (DPE-RR) e Ministério de Contas do Estado de Roraima (MPC-RR) também adquiram acréscimo nos duodécimos.

O TJRR terá esse ano o valor de R$ 262.400.000,00 para despesas e atividades. Ano passado os recursos para o tribunal eram de R$ 220.000.000,00, uma diferença de R$ 42.400.000,00 a mais em relação ao duodécimo de 2017.

O MPC terá R$ 17.000.551,00 para este ano. Em 2017 o valor total de recursos compreendido no orçamento do Estado para o ministério foi de 14.354.594,00. Já o MPE terá à disposição R$ 90.237.216,00.

Ano passado o orçamento do órgão foi de R$ 78.906.427,00 e, por fim, a DPE ficou com o duodécimo em R$ 55.257.093,00. Em 2017 possuia R$ 50.006.788,00.

O acréscimo de aumento para o MPE foi de R$ 11.330.789,00. O da DPE em R$ 5.250.305,00 e o do MPC foi de 2.645.957. Todos esses dados estão disponíveis na publicação do Diário Oficial da Assembleia Legislativa, desta segunda-feira (8).

 

Foto: Divulgação