O ministro da Saúde, Ricardo Barros, liberou R$ 35 milhões para serem aplicados na média e alta complexidade da Saúde do estado.

O montante será destinado para ser investido no Hospital Geral de Roraima. Sendo R$ 10 milhões para a Maternidade Estadual e outros R$ 3 milhões para a Policlínica Cosme e Silva. O restante da verba deverá ser aplicada em outras unidades de saúde do estado.

A atenção de média complexidade inclui ações e serviços de saúde que visam atender aos principais problemas e agravos de saúde da população, realizados em ambien­te ambulatorial ou hospitalar, que exigem a utilização de equipa­mentos e pro­fissio­nais especializados.

No Sistema Único de Saúde (SUS), a alta complexidade é conceituada como o conjunto de procedimentos que, no contexto do sistema, envolve alta tecnologia e alto custo.

 

Foto: Secom / RR