Na manhã desta quinta-feira (11) a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (MDB) respondeu a provocação feita pela governadora Suely Campos (PP). Em nota na noite de ontem, Suely deu um  tom ácido no discurso ao insinuar que o não pagamento de parte dos  servidores se deu por conta do falta de acordo com Teresa sobre o repasse do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Como o governo não pagou o repasse, que é legal, a prefeitura entrou na justiça que, por sua vez,  bloqueou as contas do Executivo. Na prática,  Suely tenta relacionar o não pagamento de parte dos servidores a negativa de Teresa e assim transferir a culpa para prefeita que reagiu. “Indignada na proposta feita pela governadora onde o município de Boa Vista com o menor orçamento do país de capital abrisse mão do repasse do ICMS para assumir uma responsabilidade que não é nossa, colocando em risco meu dever com os servidores municipais. Minha decisão não poderia ser diferente”, disse na publicação.

Em resposta a um seguidor da perfil na rede social, Teresa completou, “O estado está em uma situação lastimável onde só uma gestão séria, com respeito às pessoas e ao dinheiro público, pode resolver e isso não será coisa de curto tempo e sim, levará anos para equilibrar a bandalheira que fizeram com nosso estado”.

A prefeita ainda disse que lamenta pela situação em que se encontram os servidores estaduais, mas que não é responsabilidade do município resolver este problema.

  1. Foto: Divulgação