O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Civis Efetivos do Estado de Roraima (Sintraima), Francisco Figueira, afirmou ao BNC Roraima na tarde desta sexta-feira (5) que o governo ainda não confirmou a data do pagamento dos salários dos servidores, referente ao mês de dezembro. “São mais de 22 mil servidores efetivos e comissionados sendo prejudicados, pois os poderes possuem poderes em caixa sanar suas despesas e não estão tendo a sensibilidade de negociar com o Governo, assim não prejudicando a varias famílias que já passaram o fim de ano ruim pela falta do pagamento de Dezembro”, disse. Ainda conforme o presidente do sindicato, o Governo tem até dia 10, que é o prazo legal para efetuar o pagamento dos salários, “Acredito que até o dia 10 essa situação já estará resolvida”, explicou.

 

Ainda conforme o presidente, a demora no pagamento se deve por causa das prefeituras municipais e demais poderes do Estado, que entraram na justiça pedindo bloqueio das contas do Estado para repasse dos duodécimos e percentual de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), também em atraso. “Estamos aguardando um posicionamento oficial do Governo sobre o bloqueio das contas. O dinheiro está lá, mas em razão das determinações de bloqueio, estamos impossibilitados de receber. Ao menos os outros poderes possuem dinheiro em caixa para pagar seus servidores, inclusive alguns concederam auxílio alimentação em dobro aos trabalhadores dessas instituições. Não podemos ser penalizados dessa forma”, declarou Figueira.