O jornalista Luiz Valério, em seu blog, analisa nesta segunda-feira, dia 5, que o destino do presidente-presidiário da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), Jalser Renier (SDD), deve ser o mesmo que o Supremo Tribunal Federal (STF) deu para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB- AL).

Em comum entre os chefes do poder Legislativo, o crime de peculato. E olha que Renan está ainda na condição de investigado. Jalser, não. Já está condenado.

Leia a análise completa no Blog do Luiz Valério.