A Presidência da República foi a campeã no aumento da verba reservada da Lei Orçamentária Anual de 2018 para o auxílio-moradia. Na comparação com 2017, o órgão terá direito a 78,30% a mais de verba. Passou de R$ 3,1 milhões para R$ 8,9 milhões.

Na sequência com a maior alta está a Justiça Eleitoral (50,5%). Outros órgãos do Judiciário terão mais verba disponível em 2018 para o auxílio: Superior Tribunal de Justiça (4,90%), Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (2,70%) e Justiça Federal (1,40%). O Supremo Tribunal terá direito a exatamente o mesmo valor, de R$ 2 milhões.

Os principais cortes na reserva destinada ao auxílio foram no gabinete da vice-presidência da República (-81,8%) e na Defensoria Pública do União (-69,30). O valor reservado no orçamento não implica necessariamente no valor gasto pelo órgão. Indica o que terá direito de gastar no exercício do ano.

Veja a matéria na íntegra no site Poder 360.