O deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG)  quer a suspensão da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência).

Para justificar seu parecer pela inadmissibilidade da denúncia, o deputado argumenta o Ministério Público faz uso do conceito subjetivo de organização criminosa para aplicá-lo contra o presidente.

“É curioso que a recente legislação brasileira sobre esse tema tão complexo não explicita de maneira clara o conceito de organização criminosa”, disse. “A parte principal dessa denúncia focaliza inclusive o presidente Lula e a presidente Dilma, sugerindo uma organização criminosa implantada a partir de 2002, bem antes do presidente Temer e seus ministros.”

Michel Temer e os 2 ministros foram denunciados pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa.

 

Foto: Sérgio Lima/Poder360